da transmutação do tudo em nada ou do nada em tudo

quanto mais ando
mais quero andar

quanto mais sei
mais quero saber

mas quanto menos quero
melhor estou

quanto menos almejo
mais surpresa eu fico
quando conheço

porque quanto menos quero
menos sei 
porque sei mais

e quanto menos
melhor

até que chegue o dia
em que nada saberei

Nenhum comentário:

Postar um comentário

crescendo

ao envelhecer ficamos cada vez mais exigentes  com nós mesmos cada vez mais menos basta menos é bom menos faz e, então, precisamos...