eremita no mar

nunca quis tomar nada.
nem remédio, nem juízo.
nem deu aviso prévio
e se deu o direito de exílio.

entre copos de ácido ascórbico
e comprimidos de betacaroteno,
tomados a fim de equivaler o receituário especial,

tinha um astrolábio, um telescópio,
uma caneca de chá para as tosses de sereno,
um incensário e um prato cheio de cristal.

livramentos

me perco nas palavras bonitas nas frases bem ditas das linhas benditas que são escritas em livros de todos os tempos logo, me perco no ...