nodo norte em sagitário

sentava no banco da praça no horário de almoço.
ou então no banco da praça na noite com frio até o osso.
mas eis que a madrugada responde: se está aqui para estar lá.

com as mãos frias e os pés gelados junta, mais uma vez, os cacos do coração despedaçado no solstício de inverno e no deserto frio que ...