lista de afazeres

preciso transplantar o ciclame
terminar minhas resenhas
mudar algumas senhas
marcar uma consulta
pagar algumas multas
pedir um orçamento
mudar os ornamentos
trocar o plano de fundo
saber das notícias do mundo
e dar conta da minha cria
e ser boa companhia
preciso prestar atenção no colega ao lado
que pode ter sido despedido
que pode ter tido o coração dilacerado
ou dois anos de câncer escondido
e preciso disfarçar o vexame
de saber só agora de uma notícia antiga
de desprezar alguma pessoa que podia ser amiga
de achar que estou alheia e além
como se não houvesse mais ninguém
que possa acrescentar algo
porque está perto demais,
como se o que está longe fosse melhor
como se o que é difícil fosse melhor
preciso redimir a minha culpa
das batalhas que não condisseram com minha luta
preciso dissecar essa negligência
essa suposta consciência
tão prepotente e principiante
tão mesquinha e irritante
e preciso ir além do que eu recebo
e ir além do que eu proponho
preciso ir além do espelho
que não mostra meus demônios
trancafiados num quarto pequeno
de um paraíso obsceno

Um comentário:

  1. Caralho! Maravilhoso... do teu feio o belo que eu leio! lindas palavras.

    ResponderExcluir

livramentos

me perco nas palavras bonitas nas frases bem ditas das linhas benditas que são escritas em livros de todos os tempos logo, me perco no ...