(meu) Retrato

por Sarolta Bán

eu não tinha esse rosto de hoje,
assim calmo, cansado, observador.
usava mais de ausência de cor,
mas eu não tinha esse peso-pudor.
houve um tempo sem olheiras.
não usava essa cabeleira.
meu mapa não tinha tantos quilômetros,
e os círculos tinham outros parâmetros.

feito Cecília, me perguntei também
em qual espelho havia ficado minha face?
mas antes mesmo que eu pensasse
lembrei de como mudaram os (meus) outros também;
a cada reencontro, sempre tão esperado
lá estamos nós adicionados
de tempo e empírica
cada vez mais.

os dentes e os sonhos, continuam tortos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

stellium em câncer

sol, lua, marte, mercúrio maria bethânia que perfeição