Constatação das Três Constantes

Milagros I - Olaf Hajek


Hoje, quando acordei
me dei conta de três constantes
desde que me tornei:

- atitude,
sempre estou para tomar alguma
sempre estão esperando alguma,
esperando que eu vá,
esperando que eu diga,
que eu decida,
corresponda.

- longitude,
nunca sei em qual estou,
só sei para onde vou,
mesmo sujeita a mudança de rumo,
permanências maiores,
possibilidades menores,
cogitadas.

- solitude,
buscar a paz consigo mesmo
tendo que explicar a esmo
a questão da opção,
a consequência,
a preferência...
corrigida.

Eu que,
não publico nem 5% do que escrevo
não mostro nem 5% do que faço
não conto nem 5% do que vivo
não descobri até agora o x da equação
e vivo dentre x variáveis,
eu tenho três resultados constantes;
corresponder tudo,
cogitar tudo,
corrigir tudo,
a fim de não desapontar,
de não surpreender ou ser surpreendida,
e de não chocar.

Eu que,
desaponto bastante, 
surpreendo vez ou outra
sou surpreendida sempre,
choco pouco,
choro muito.

Eu que,
vivo entre o quimérico, 
o platônico 
e o umbrático
e que vivo entre por escolha, 
porque resto não serviu até agora,
e meio a essas três variáveis,
tenho que dar conta das três constantes.

stellium em câncer

sol, lua, marte, mercúrio maria bethânia que perfeição