Soneto pro Fim de um Ciclo

Naturae Morte por Olaf Hajek


depois de tanta invertida,
tanta coisa acontecida,
em curto espaço de tempo,

- um tropeço no cosmos.
uma chuva de meteoros,
um acesso de vento.

então o acaso
parou de descaso
reduziu o compasso
e acabou com o mormaço;

menos calor na rua
mais brilho na lua
mais cheiro de mata
mais tempo na fermata

Nenhum comentário:

Postar um comentário

livramentos

me perco nas palavras bonitas nas frases bem ditas das linhas benditas que são escritas em livros de todos os tempos logo, me perco no ...