Do Amor Até Então

(Under the Red Umbrella - Leonid Afremov)

feito chuva,
vem, me agrada,
e de repente pára

feito dito popular
um para substituir outro,
madrepérola e ouro de tolo

feito macarrão instantâneo
te amo até amanhã
te amo só de manhã

feito desfeita
sei lá em que tomada estamos
sei lá o que do amor esperamos

da transmutação do tudo em nada ou do nada em tudo

quanto mais ando mais quero andar quanto mais sei mais quero saber mas quanto menos quero melhor estou quanto menos almejo ...