Notas Insones VII

(Café - Vincent Van Gogh)


Numa quarta-feira de madrugada qualquer,
eu estaria dormindo com um despertador na cabeceira

Numa quarta-feira de madrugada qualquer,
eu estaria lendo, por falta de sono, um dos livros da cabeceira

Mas numa quarta-feira de madrugada qualquer,
estou digerindo as ideias conversadas
analisando esses meus dias diferentes
essas minhas noites diferentes
escutando os barulhos dos poucos carros
reformulando uns planos pequenos
ouvindo piano e violão misturados com a chuva que cai ali fora.

crescendo

ao envelhecer ficamos cada vez mais exigentes  com nós mesmos cada vez mais menos basta menos é bom menos faz e, então, precisamos...