Libertação Provocada



essa semana que está pela metade me serve para comprovar
aquilo tudo que eu já previa,
aquele banho banho de água fria
concluindo a lista de motivos para me ausentar

aqui sempre joguei sem blefar
nunca fiz de conta que
nem disse que gostava de
afim de agradar

mas quem mais joga limpo é quem mais acaba se fodendo
é onde todos vão se descontando sem olhar para quem
mesmo que você não tenha nem vinte anos
parece que tá escrito na testa "essa aguenta o tranco"

ninguém pagou meu fumar
nem meu palavreado
nem minha tatuagem
nem meu beber
nem meu sair
ninguém pagou o meu divertir
nem meu lápis
nem meu caderno
e também ninguém
nunca leu
bebeu
fumou
saiu junto para saber

sinto muito pela minha flor da idade interiorana
me desculpe pequena revolta
isso não é um lamento
nem um desabafo

não vou fugir de casa
não vou encher a cara
nem querer me encontrar nas brisas ilícitas
pois nelas estou pela diversão
não tenho crise de identidade
não tenho nada além da possibilidade
de ser eu mesma

não vou brigar
nem gritar
nem xingar
nem falar mesmo sabendo que vão achar que
esse meu aceitar o que disserem é somente dissimulação

é que acabaram meus argumentos
findaram-se os meus motivos
agora é só uma questão de oportunidade

umas questões e só
porque no fim, as pessoas, todas todas
me libertam.
sem querer.

da transmutação do tudo em nada ou do nada em tudo

quanto mais ando mais quero andar quanto mais sei mais quero saber mas quanto menos quero melhor estou quanto menos almejo ...