Soneto Azul



Se eu fosse uma cor, seria essa
certamente a cor que deve ter o orgasmo
a que dá um gosto de menta no marasmo

Algo que não sinto mais é pressa.
Esmaltei as unhas nesse tom agora
o tom do céu rajado chuvoso ali fora

Se nós fossemos uma cor, essa seria
a cor de contraste das cerejeiras
a mesma das estrelas da sexta-feira
a do tom dessa música, azul Si menor

Acordes, não há mais que seis nessa melodia.
acorde e veja o que eu deixei na cabeceira.
Me lembrei que nuvem é passageira,
sobram gosto de azul e músicas que sei de cór.

da transmutação do tudo em nada ou do nada em tudo

quanto mais ando mais quero andar quanto mais sei mais quero saber mas quanto menos quero melhor estou quanto menos almejo ...