Notas Insones II

Reproduzindo eternamente  no ato daquele momento atemporal
Ondas sonoras deslizando erroneamente pelo espaço sideral
Repetindo inesperadamente numa mente desproporcional ,
mas numa só

Aquilo que se espera, acontece
e quando se acende o brilho do olhar
um óculos de sol o esconde e esvaece, desfalece
Um óculos escuro, mesmo que 
a noite já tenha caído sobre os nossos ombros
- medo de novo

E aquilo que não se espera acontece de novo
de outro jeito, um novo episódio,
com uma nova forma para findar
antes que se finque 
e se finde sem a gente esperar.

Não dê justamente a resposta
que ninguém gostaria de ouvir: o silêncio
como se a estrutura molecular fosse
primordialmente ferro ou silício

E não se preocupe: não haverá lágrima, choro ou grito
Não precisa de pseudo-compaixão
para um coração que não se tranca
Não é com pena desnecessária que se estanca
as feridas que não imaginamos que iríamos ter

Nada que não possa ser corrigido com umas garrafas de vinho,
uns cadernos e um tempo sozinho
para que o tempo pareça voar.

livramentos

me perco nas palavras bonitas nas frases bem ditas das linhas benditas que são escritas em livros de todos os tempos logo, me perco no ...